Natal deixou comerciantes insatisfeitos com número de vendas realizadas

0
480

O movimento do comércio no mês de dezembro caiu 1,3% na comparação contra novembro na análise dos dados nacionais dessazonalizados. Já na avaliação contra o mesmo mês do ano anterior, a queda foi de 7%. Os dados são da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

O resultado de 2015 é o pior registrado desde 2010, quando o indicador foi implantado. Dezembro apenas consolidou a tendência de queda mostrada pelo varejo. Em agosto, o indicador entrou no território negativo, fechando o mês em -0,7%. Desde então, o indicador não saiu do negativo.

graficoacea

O indicador Movimento do Comércio é calculado com base na quantidade de consultas à base de dados da Boa Vista SCPC, por empresas do setor varejista.

Em Amparo

Em Amparo, não foi muito diferente. Em pesquisa realizada pela Associação Comercial de Amparo com comerciantes da cidade, os resultados mostram um cenário de insatisfação dos lojistas com as vendas do último Natal. Das 15 empresas consultadas, 66,7% afirmaram não estarem satisfeitos com as vendas do período. A maioria destes comerciantes registrou uma diminuição de, em média, 12% nas vendas, comparado ao mesmo período de 2014.

Quanto ao movimento da rua no período de abertura do comércio até às 22h, a decisão foi praticamente unânime: 93,3% dos comerciantes classificaram como fraco.

A pesquisa foi realizada com 15 empresas de diferentes nichos de mercado: calçados, vestuário e eletrônicos.

Calçadista

 No segmento de calçados, 80% dos entrevistados não tiveram suas expectativas supridas, com o registro de uma queda de 10% a 20% em relação a 2014. Apesar de não atenderem ao número esperado de clientes, eles afirmam que o fluxo de clientes nas lojas sofreu um acréscimo, se comparado ao ano anterior.

Eletrônicos e Eletrodomésticos

Em relação às empresas de produtos eletrônicos e eletrodomésticos, 57,1% afirmaram que as vendas foram abaixo do esperado. O número de clientes atendidos também caiu, atingindo uma média de 20% a menos.

Vestuário

No setor de vestuário, o cenário foi um pouco mais favorável: 71,4% dos entrevistados tiveram suas expectativas supridas. Apesar da situação positiva encontrada, 42,9% registraram uma queda de 10% a 20% nas vendas do último natal. Esta mesma quantidade atendeu ao número esperado de clientes durante o período.

Segundo a Associação Comercial e Empresarial de Amparo, a queda é principalmente motivada pela elevação dos juros, piora do mercado de trabalho, queda no consumo das famílias e da inflação em patamar elevado. “Para 2016, o cenário econômico já começa com as mesmas adversidades vivenciadas no ano passado. Isso deve influenciar negativamente a confiança do consumidor e, consequentemente, as vendas para o ano, que possivelmente registrará mais um ano de perdas”, afirma a entidade.

Fonte: Associação Comercial de Amparo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here